A linguagem corpórea encarrega-se de refletir diretamente o estado emocional da pessoa. Cada gesto transpassa a emoção que o indivíduo está sentindo. O segredo da leitura está na habilidade de captar não só o que se escuta, mas também analisar (ver) gestos para captar (sentir) o estado emocional e a mensagem global. A essência está no uso simultâneo e apurado dos sentidos. Tal habilidade demanda muita prática.

O nível de percepção do indivíduo, que também está sob a influência do aspecto emocional, permite comparar o que se diz com os sinais corporais. É a chave que abre a porta da coerência.

A Leitura corporal Interpretativa:

Toda a frase tem uma estrutura básica com sujeito, verbo e objeto, por exemplo:

 Eu      sou      feliz!

Sujeito     verbo         objeto 

Da mesma forma como analisamos a frase acima, é preciso avaliar a estrutura da linguagem, sempre atentando ao conjunto gestual e a sua seqüência. Na leitura corporal há que se fazer uma análise do conjunto de gestos para se chegar à precisão. Veremos, adiante, os principais gestos e os significados mais comuns a que estão atrelados. Lembre-se:

– Gestos isolados não correspondem necessariamente a um sinal fidedigno.

– Procure a coerência entre o que se diz e os gestos efetuados. Ex.: dizer Eu estou bem. Fazendo uso de uma voz baixa, olhar evasivo.

– Observe o contexto em que ela ocorre, o meio e o ambiente. Ex.: cruzar os braços, se o ambiente estiver frio. Será sinal de fechamento ou a pessoa está se auto-aquecendo.

Edu Santos
Edu Santos possui MBA em Gestão de Pessoas, mestrando em Gestão e Tecnologia aplicadas à Educação, palestrante, prof. de pós graduação pela Unifacs, Unijorge e Wyden nas disciplinas de Gestão Emocional nas Organizações e Motivação e Engajamento. Além disso, Edu é poeta e autor do livro "A Verdadeira Concepção do Engajamento e Motivação" (Literarebooks, 2017). Para outras informações, envie e-mail para palestrante@edusantos.pro.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui