Seu nome é Shantell, ela tem 17 anos e recentemente se juntou à linha de aeromoças da American Airlines. A novidade é que a jovem tem uma condição especial: síndrome de Down. Como ela fez isso? Como ela conseguiu isso? Te diremos agora:

Shantell foi contratada pelo Aeroporto Metropolitano de Columbia como comissária de bordo. De acordo com Deanna Miller Berry, sua mãe, ela chegou ao local animada em seu primeiro dia, usando o uniforme da companhia aérea.

“Parabéns, Shannie! “Estamos orgulhosos de tê-la como parte da família e estamos ansiosos para compartilhar os céus com você”, escreveu a American Airlines em seu twitter.

Detalhes sobre a condição de Shantell

A jovem aeromoça, que comemorou seu aniversário naquele dia, não teve uma vida fácil. Além de sua condição, ela sofre dos seguintes problemas respiratórios: laringo malácia, traqueomalácia e malácia traqueobrônquica.

Essas condições danificam 87% de suas vias aéreas, de modo que, juntamente com sua mãe, ela sempre vai para o Hospital Infantil de Cincinnati para verificar sua condição de saúde. “Sempre pegamos vôos, e é por isso que eu acho que ela se apaixonou por aviões e pela sensação de estar no ar. Ela já esteve em mais de 57 vôos”, diz sua mãe.

A organização sem fins lucrativos Saving Shannie Foundation disse que Shantell está lutando contra vários males que afetam sua saúde e comprometem sua vida. Apesar disso, com sua história, ela quer inspirar muitos jovens que, como ela, querem realizar seus sonhos apesar de seus impedimentos.

Fonte: Fique Sabendo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui