Aos 71 anos, o agricultor João dos Santos Martins Filho provou que nunca é tarde para realizar sonhos. Neste ano, o morador de Capão Bonito (SP) se formou na faculdade de história após mais de quatro anos tendo aulas pela internet.

Apesar das dificuldades para voltar a estudar depois de tanto tempo e os desafios do mundo virtual, João garantiu que o esforço valeu a pena e o fez sentir como um “rapaz adolescente”. Nesta sexta-feira, 1º de outubro, é comemorado o Dia Mundial do Idoso.

“A gente tem que se valorizar, afinal de contas, nós somos imagem e semelhança de Deus. Eu mostrei competência e vou ter que exercer minha profissão para mostrar para a juventude que nunca deve dizer ‘ai, já estou velho’. A cabeça ajuda, basta você querer. Esse negócio de ser velho, eu não admito”, declara o agricultor.

João dos Santos se formou em história em Capão Bonito  — Foto: Edith Almeida/Arquivo pessoal

João dos Santos se formou em história em Capão Bonito — Foto: Edith Almeida/Arquivo pessoal

João dos Santos contou ao g1 que estudou em um colégio agrícola na adolescência, mas teve que deixar a escola para cuidar do pai que estava com câncer. Depois de 45 anos longe das salas de aula, o agricultor foi aconselhado por um padre a entrar em um seminário.

“Eu arrendei meu sítio e fui fazer Educação de Jovens e Adultos (EJA). Fiz fundamental, médio, mas não fui aceito no seminário. Eu estava em uma desilusão que não tinha tamanho porque era meu sonho. Um dia saí andar para a rua e vi a propaganda do curso. Eu sempre gostei de história e, como o que eu queria não ia dar certo, eu topei a parada”, lembra João.

No mesmo dia em que viu a propaganda, João foi até o polo da faculdade particular em Capão Bonito, prestou vestibular e fez a matrícula. A partir disso, começou a frequentar as aulas do ensino a distância.

“Eu sou aposentado na roça, então, sofri porque sou uma negação em informática. Mas tinha um amigo que me ajudava a fazer as coisas e foi isso aí, tudo normal. Foi legal pra caramba.”

Formatura

Idoso de 71 anos faz juramento ao se formar em história em Capão Bonito

Idoso de 71 anos faz juramento ao se formar em história em Capão Bonito

Durante quatro anos e meio, João acompanhou as aulas e fez as atividades propostas pelos professores. No último dia 25, ele se formou na licenciatura em história e comemorou a conquista ao lado dos funcionários da faculdade e colegas de turma.

Na cerimônia realizada em Capão Bonito, o agricultor vestiu beca, chapéu de formatura e fez o juramento da classe (veja no vídeo acima). Agora, João disse que já se inscreveu em uma pós-graduação e para dar aulas em um colégio estadual da cidade.

“Uma pessoa com quase 72 anos, caipira da zona rural, da roça, agora é professor de história. Eu acho até engraçado. Mas para mim foi muito bom porque abriu minha cabeça, minha ideologia”, relata.

João e o professor Antônio Carlos na cerimônia de formatura em Capão Bonito — Foto: Arquivo pessoal

João e o professor Antônio Carlos na cerimônia de formatura em Capão Bonito — Foto: Arquivo pessoal

Quanto ao sonho de entrar no seminário, João disse que deixou a ideia para trás, mas que ainda faz celebrações na igreja quando o padre não pode. Solteiro e sem filhos, o agricultor pagou a faculdade com o dinheiro da aposentadoria e não pretende parar de estudar.

“Eu estou muito feliz. Pareço um rapaz adolescente. Até a gente aprender a mexer com computador, impressora, foi difícil, mas depois que aprende fica muito fácil. Eu tenho 71 anos, mas me sinto muito jovem. Faço musculação, fisioterapia, idade não é o caso. A gente tem que viver a vida”, completa João.

Veja mais notícias no G1 Itapetininga e Região

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui