Na festa do Dia dos Pais no colégio particular de sua filha caçula, o presidente Jair Bolsonaro reconheceu nesta sexta-feira (9) que a educação no país “não vai muito bem” e aproveitou para atacar a “ideologia de gênero” nas unidades de ensino.

“A educação do Brasil, com as exceções de praxe, não vai muito bem. Em grande parte, devemos isso a uma ideologia que, ao longo de décadas, foi se aproximando das escolas. O que nós queremos é que os nossos filhos sejam bem instruídos. O trabalho é de tirar e afastar certas ideologias, como a ideologia de gênero, pessoas que estão preocupadas apenas em fazer com que, no futuro, tenhamos militância”, disse.

O discurso foi gravado por pais de estudantes ao qual Folha teve acesso, ele atribuiu à ideologia nas salas de aula os problemas nos níveis de educação no país e disse que tem trabalho para afastá-la do ambiente escolar, já que seu objetivo, segundo ele, é formar uma “militância”.

Veja também:  Acordo de Toffoli para frear impeachment de Bolsonaro incluiu adiar decisão que poderia libertar Lula

O discurso do presidente foi feito aos pais de estudantes em um auditório na escola onde estuda Laura Bolsonaro, de 8 anos, antes de uma apresentação dos alunos. Segundo uma mãe de aluno, a direção da escola consultou os pais sobre permitir ou não que o presidente fizesse um discurso e a maioria foi favorável.

Com informações da Folha

Fonte: Fórum

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui