ABrex, empresa criada pelos empreendedores brasileiros Pedro Franceschi e Henrique Dubugras no Vale do Silício, nos Estados Unidos, é uma das sensações do TechCrunch Disrupt 2019. A fintech, especializada em cartões de crédito para startups, anunciou, no palco principal do evento, que acontece em San Francisco, seu novo serviço, o Brex Cash.

Segundo Dubugras, a ideia do produto é modernizar as funcionalidades das contas bancárias tradicionais para startups. “O Brex Cash, que funciona integrado ao nosso cartão de crédito, é uma inovação para um setor que tem poucas novidades no mercado americano”, diz o empreendedor. “Todos os serviços financeiros são integrados numa única tela, facilitando a gestão”.

O novo serviço, explica Dubrugras, foi criado em parceria com o Radius Bank, de Boston. A conta oferece serviços de pagamentos e transferências e não cobra taxas sobre movimentações. “E ao contrário dos tradicionais serviços do mercado, o Brex Cash vai recompensar seus usuários com pontos resgatáveis”, diz. “Os clientes terão devolução de dinheiro, viagens e até milhas aéreas. Os depósitos também terão ganhos de até 1,6% ao ano”.

A Brex nasceu há pouco mais de um ano, virou unicórnio com três meses de vida e hoje, segundo projeções de mercado, vale mais de US$ 2,6 bilhões – depois de aportes de vários fundos. A empresa virou queridinha do Vale depois de inovar um setor: o de cartões de crédito para startups (conheça a história da empresa aqui).

No TechCrunch Disrupt, a empresa é um dos destaques. Quem entra no evento dá de cara com um estande gigante da fintech, onde ela apresenta seus serviços, entre eles, o Brex Cash. O objetivo é claro: conquistar o ecossistema que circula pelo evento.

Fonte: Revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui