Inaugurado na manhã desta quarta-feira, 18, o Casarão da Inovação Cassina, no Centro de Manaus, é o marco inicial de projeto para utilização de 70 prédios públicos por empresas de tecnologia na área central da capital. O Casarão Cassina oferecerá apoio para startups, oficinas, cursos e financiamento para projetos de tecnologia e inovação.

No Polo Digital de Inovação a Prefeitura de Manaus oferecerá desconto de 60% do ISS (Imposto Sobre Serviços) para as startups. O casarão começa a funcionar com cursos gratuitos de capacitação e eventos para jovens empreendedores. São 270 vagas e as inscrições podem ser feitas pelo endereço eletrônico: https://forms.gle/hBxNL2wLce88v7Wg9.

O prédio histórico foi construído em 1899 e recebeu o nome em homenagem ao dono, Andrea Cassina, um comerciante italiano que explorava o extrativismo da borracha. Foi o primeiro estabelecimento de hospedagem de 1ª classe em Manaus.

Em 1930, após crise econômica, a mobília luxuosa do hotel foi vendida em leilão. O imóvel foi adaptado para funcionar como pensão e, nos anos seguintes, funcionou como o Cabaré Pé de Chinello até 1957. O prédio acabou abandonado e foi recuperado pela Prefeitura de Manaus.

Os primeiros registros como ruína aparecem a partir de 1974 e na década de 80 a estrutura foi tomada pela vegetação. A Prefeitura contratará uma empresa de Organização Social Civil para administrar o Casarão Cassina. O edital está disponível até o dia 22 deste mês de novembro em: www.manaus.am.gov.br/semtepi/edital-de-chamamento.

“Tem o valor sentimental, histórico e simbólico de estarmos aqui abrindo startups, tecnologia, espaço para trabalho, para criar no templo que antes era a diversão perdulária dos barões da borracha. Esse tempo passou. Ficou o prédio, restauramos e o que era dedicado a jogar dinheiro fora, agora é dedicado a criar dinheiro, criar empregos, criar prosperidade aqui na nossa cidade”, disse o prefeito Arthur Virgílio Neto ao inaugurar o novo espaço.

(Colaboraram Iolanda Ventura e Murilo Rodrigues)

Foto: Murilo Rodrigues/ATUAL

Fonte: Amazonas Atual

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui