A Sasi Comunicação Ágil Ltda. é uma startup que fornece plataformas de criação e implementação ágil de aplicativos em diversas áreas, reduzindo tempo e custo em comparação ao desenvolvimento convencional. A solução aumenta a eficiência de comunicação, reportação e gestão de dados entre uma organização e seus membros.

Devido ao novo Coronavírus (Covid-19), o governo do Estado do Manaus se deparou com o grande desafio de entregar a merenda escolar para os estudantes que estão em quarentena durante esse período de isolamento social imposto pela pandemia, sendo assim, buscou maneiras de melhorar a coleta de dados, o cadastramento e a distribuição dos alimentos para os alunos da rede pública de ensino.

Após o levantamento de suas necessidades, a Seduc (Secretaria de Estado de Educação e Qualidade de Ensino do Amazonas) recorreu a uma parceria com a empresa Sasi Comunicação Ágil Ltda. que, por sua vez, desenvolveu e implementou através da sua plataforma o aplicativo “Merenda em Casa”.

A empresa criada em 2019, além de atuar em Manaus (AM), também fornece produtos e serviços para o estado de São Paulo e, além deste aplicativo, já desenvolveu diversos softwares e aplicativos, dentre eles, o app de ponto eletrônico 100% digital conhecido por “Oitchau”, que vem crescendo e fazendo sucesso entre os seus clientes. A Sasi faz parte do Grupo IIN Tecnologias Ltda., formado em Nova Iorque em 1922 e operante no Brasil desde 1998.

De acordo com Toshizo Borborema Nakajima, administrador e gerente de relações institucionais da Sasi, o aplicativo foi desenvolvido conjuntamente com a Seduc. “O aplicativo ‘Merenda em Casa’ foi um aplicativo desenhado juntamente com a Seduc para atualização cadastral dos alunos, controle de entrega e confirmação da entrega das refeições dos estudantes durante a quarentena”, explicou.

Toshizo Borborema Nakajima. (Foto: Divulgação)

“Antes a Sasi estava fornecendo outros aplicativos para a SUSAM , a FVS e outros órgãos do Governo, como, por exemplo: o ‘Juntos no Combate’, aplicativo popular que possui serviços de telemedicina, psicologia e outros serviços da área médica; o ‘Teste Rápido’, que faz o agendamento para profissionais da saúde do setor público testarem se estão infectados pelo novo Coronavírus; e o ‘Gestão Responsável’, que auxilia na gestão dos servidores no período de quarentena, tornando-se uma linha de comunicação direta entre o órgão/ou setor responsável e seus servidores”, Toshizo finalizou.

Atualizações no “Merenda em Casa”

Para garantir que os alunos recebam seus kits do programa “Merenda em Casa” a Seduc e a Sasi  passaram a realizar atualizações no sistema de cadastro para garantir que o benefício chegue à casa dos estudantes da rede estadual no menor tempo possível.

A última atualização permitiu cruzar os endereços fornecidos no aplicativo Sasi, verificando  possíveis erros – como nome de rua e CEP – e, com isso, permitir que os endereços corretos fossem listados para ajudar na logística de entregas. Na capital, os kits estão sendo entregues desde o final de abril.

Benefício segue sendo distribuído desde o dia 27 de abril, em Manaus. (Foto: Cleudilon Passarinho/Seduc)

O analista de geoprocessamento, da Semed-Manaus, Charles Silva, que atua em colaboração com a Seduc, diz que o sistema coleta os dados, que são enviados para as equipes de geoprocessamento checarem as informações e as envia para o sistema de cautela para que seja autorizada a entrega.

“O sistema Sasi necessita de correções de endereços fornecidos pelos alunos e isso estava gerando algumas confusões aos estudantes e responsáveis. Depois da correção, foi possível cruzar os dados e criar um padrão para que endereços próximos recebessem os kits no mesmo dia, mesmo que os cadastros tenham sido feitos em dias diferentes”, explica Silva.

Serviço

Todos os alunos da rede estadual de ensino, em Manaus, independente de série ou modalidade, têm direito a receber os kits do “Merenda em Casa”. Para isso, basta cadastrar-se no aplicativo.

Sendo assim, os alunos da rede estadual da capital do Amazonas, que ainda não realizaram o cadastramento via Sasi podem e devem se cadastrar pelo aplicativo. Além disso, a Secretaria de Educação articulou uma força-tarefa para contactar os estudantes que não se inscreveram no programa, na capital.

No total, a rede pública estadual da capital tem mais de 220 mil alunos. Todos eles, independente de série ou modalidade, têm direito a receber os kits do “Merenda em Casa”.

Para baixar o Sasi em Android, clique AQUI!

Para baixar o Sasi em IOS, clique AQUI!

Para consulta de alunos, clique AQUI!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui