O aplicativo “FPF Covid” está sendo testado internamente, mas o projeto será disponibilizado gratuitamente para todos

O aplicativo “FPF Covid” registra o monitoramento das temperaturas dos colaboradores na entrada da sede da FPF Tech, medida de prevenção recomendada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e adotada pela Fundação na retomada das atividades presenciais após o período de quarentena. Através do app, é possível ter um melhor controle do quadro de saúde dos colaboradores, permitindo a triagem e encaminhando para exames aqueles que apresentarem sintomas da doença.

Além disso, o aplicativo permite que o colaborador registre o momento em que higienizou as mãos e receba alertas durante o expediente para lembrá-lo de higienizá-las novamente. O aplicativo tem também informações de precauções que devem ser tomadas para o controle da Covid-19. O setor de Recursos Humanos (RH) da FPF Tech recebe alertas por e-mail e pelo Telegram caso alguma medição esteja acima do permitido, podendo assim tomar uma ação.

Esses registros feitos pelo aplicativo, por mais simples que possam parecer, são muito importantes, porque ajudam na prevenção do novo Coronavírus, na divulgação de medidas de segurança e regras da empresa, e na conscientização dos colaboradores.

“O aplicativo, carinhosamente batizado de “FPF Covid” pelos nossos colaboradores, nasceu de uma iniciativa autônoma de um grupo de colaboradores de diferentes áreas da Fundação, como: RH, programadores, analistas, designers e gestores. O objetivo é termos o registro da temperatura de todos os colaboradores e incentivarmos os mesmos com bons hábitos nesse momento da pandemia, assim, teremos um mapa de como está a saúde da nossa maior riqueza, que são as pessoas. Inicialmente é de uso interno, mas temos plano de liberar gratuitamente para todas as pessoas”, revelou Luis Braga, diretor executivo FPF Tech.

FPF Covid: da ideia à concepção

A ideia de criar um aplicativo para controlar a temperatura, auxiliar na higienização das mãos, fornecer informações importantes e medidas de segurança aos colaboradores da FPF Tech surgiu por meio de uma série de ideias discutidas entre os próprios colaboradores.

De acordo com Osenias Moreira de Oliveira, analista de Sistemas da FPF Tech, o aplicativo foi desenvolvido em uma semana. “ O RH nos passou algumas ideias que haviam sido discutidas pelos colaboradores para a criação do app e, então, começamos a desenvolvê-lo imediatamente, mas tínhamos apenas uma semana para que os colaboradores começassem a retornar, por isso, contei com a ajuda do Arthur Bindá, que é programador Junior, e do Anderson de Souza, que é desenvolvedor de Interfaces Web e Mobile, e, assim, conseguimos entregar o aplicativo nesse período de uma semana”, destacou.

“Usamos estruturas que já tínhamos para acelerar o desenvolvimento. Nós temos um sistema internamente chamado LevelUp, que está evoluindo para ser algo maior, com a possibilidade de ter vários módulos, então, usamos toda a estrutura já existente nele para nos ajudar, sendo assim, tivemos que apenas personalizar e adicionar novos itens para criar o app. Vale ressaltar que o ‘FPF Covid’ foi desenvolvido com uma tecnologia híbrida que nos permite gerar código para IOS e Android, usamos o React Native”, Osenias finalizou.

A conscientização dos colaboradores

Segundo Ana Ferreira, analista de RH da FPF Tech, a conscientização dos colaboradores é tão importante quanto às medidas de prevenção adotadas. Ana ainda conta que todos estão utilizando a ferramenta e acharam genial a ideia de ter um aplicativo para essa finalidade. “Somos todos aficionados por tecnologia e essa é mais uma forma de mostrar que a tecnologia não é uma vilã, mas uma aliada, pois a coleta desses dados e sua disponibilização para o RH na palma da mão é um grande facilitador na tomada de decisões em momentos de crise”.

“O aplicativo começou a ser utilizado no início deste mês, quando retornamos para a sede da FPF Tech, e atualmente o app está em fase de experimentação. Mas já podemos afirmar que ele está sendo muito útil, pois deixa o RH atualizado em relação à saúde dos colaboradores. Além disso, quando ocorre alteração de temperatura, imediatamente o RH é informado para tomarmos as medidas necessárias, porém, é normal que novas funcionalidades sejam desenvolvidas à medida que os usuários forem reportando necessidades e desejos, ou seja, é um projeto em evolução”, ressaltou.

Outras iniciativas de prevenção da FPF Tech durante a pandemia

Além do aplicativo FPF Covid, a Fundação ainda conta com várias iniciativas de prevenção em meio à pandemia da Covid-19 sendo oferecidas a todos os colaboradores. Dentre elas, destacam-se: as palestras mensais com a psicóloga Raquel Lemos, que discute cuidados com a saúde mental durante o período de isolamento social e aborda outros assuntos relacionados a esse tempo de crise que são indicados pelos próprios colaboradores; e o Bit Gelson, um aparelho que aplica álcool somente ao passar as mãos embaixo do sensor, sem a necessidade de pisar em nada, tornando-se uma medida de prevenção bastante útil e acessível para cadeirantes e outras pessoas com dificuldade em apertar o pedal de aplicação de álcool em gel. Todas as iniciativas e os projetos da FPF Tech estão sendo utilizados juntamente com o aplicativo FPF Covid.

ASSESSORIA DE IMPRENSA

Cristina Monte – (92) 98134-8199

Cristina Monte
Cristina Monte é jornalista, especialista em Comunicação Empresarial (Cásper Líbero), Responsabilidade Social (FUCAPI) e em Divulgação Científica em Saúde na Amazônia (FIOCRUZ-AM). Além disso, Cristina é graduada em História pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM). É articulista-convidada e colunista da Coluna Mai$ Negócio$, do Jornal do Commercio e apresenta as notícias da Coluna no AmazonPlay TV Digital. Atualmente, além dos projetos mencionados, a jornalista atua como assessora de Imprensa, palestrante e estuda o curso de Coaching.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui