A empresa investe em melhoria nos processos de gestão de pessoas e capacitação de mão de obra qualificada para o mercado de trabalho

O mercado de trabalho requer jovens profissionais preparados para os desafios das organizações e que entreguem resultados efetivos. Apesar dessa ser uma jornada mais individual, há empresas que se preocupam em gerar um ambiente de aprendizado e qualificar a mão de obra.

O frigorífico Vitello lançou o Programa de Desenvolvimento de Estagiários e Trainees, um programa inédito para empresas regionais de médio médio porte, com foco na atração de jovens talentos. O treinamento, que começou em 18 agosto e vai até 9 de dezembro, é composto de dois encontros por mês, com 5 horas cada um para jovens profissionais com idade entre 19 a 22 anos.

O projeto faz parte do investimento em governança corporativa que a empresa adotou no início do segundo semestre deste ano. Segundo a CEO do Vitello, Suzana Garcia, ideia é gerar um ambiente de aprendizado para preparar a nova geração de profissionais para o mercado de trabalho, proporcionando visão global da organização e autoconhecimento para os aprendizes. “Nosso programa foi construído com temas em cima do nosso planejamento estratégico em quatro pilares: aprendizado e crescimento; processos internos; mercados e clientes; e finanças”, explica.

“A partir do momento em que eles passam a se conhecer e a conhecer a necessidade dos líderes da empresa, eles começam a identificar o perfil para se tornarem líderes ou mesmo saber em área da empresa se encaixam melhor, como gerente, supervisor ou analista. Dessa forma, a gente se torna mais assertivo na entrega de resultados”, acrescenta.

Suzana lembra que é muito comum ver estagiários e trainees  sendo com sub-aproveitados dentro das organizações, mas ressalta que eles podem ser treinados de forma mais profissional. “Aqui somos uma grande escola e queremos ser fornecedores de boa mão de obra qualificada para o mercado. Como somos uma empresa de médio porte, não temos o mesmo poder competitivo que os grandes supermercados, mas somos uma empresa com governança”, diz.

A estratégia que a Vitello criou é de ser uma empresa que recruta jovens com grande potencial para desenvolverem para o seu futuro profissional. “É como uma empresa de passagem. Com isso, queremos que eles tenham a facilidade de entender a empresa desde o início, em todas as suas etapas”, ressalta a CEO da Vitello.

A empresa ganha melhorando os processos de gestão de pessoas e capacitando mão de obra qualificada. Isso reflete na entrega de valor para os clientes. “Os jovens se sentem super valorizados. Também mostramos para a sociedade que é possível que uma empresa média consiga implementar gestão de pessoas de alto padrão. Esse é um grande ganho. Acredito que os clientes nos apoiam. Muitas ideias novas vêm através dessa juventude que quer espaço e quer aprender. Acredito que esse é o objetivo e estamos no caminho certo”, ressalta a CEO da Vitello.

Contratação

Para 2021, a empresa planeja realizar uma seleção para contratação de estagiários que também terão a oportunidade de trabalharem na empresa e receberam o treinamento.

Grupo Vitello

A Vitello é uma empresa amazonense com 30 anos de história que gera mais de 500 empregos diretos e indiretos e tem 150 colaboradores, distribuídos em quatro lojas de varejo (Cidade Nova, Alvorada, Parque Dez de Novembro e Adrianópolis)  um setor de atacado e uma área de produção na loja matriz (na Cidade Nova).

No mês de julho, a  empresa inaugurou a sua mais nova unidade, na avenida Umberto Calderaro, Adrianópolis, zona Centro-Sul de Manaus; e deve inaugurar uma nova loja na Ponta Negra, em 2021.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui