Quando o empreendedor tem uma ideia e resolve tirar ela do papel muitos desafios surgem a cada dia. Dentre esses desafios está o de alavancar o seu negócio, fazê-lo crescer, convertendo a ideia inicial em faturamentos, novos empregos, equipamentos e até mesmo em uma sede para suas operações. 

Para que tudo isso se torne possível, o empreendedor na maioria dos casos, precisa recorrer a fundos de investimentos. Neste artigo vamos explicar melhor o que são esses fundos e quais acessar a depender do estágio do seu negócio. 

Os fundos de investimentos são recursos financeiros disponíveis sob certas condições para pequenas, médias e grandes empresas. Embora não exista uma regra formal, os fundos diferem a depender do estágio do seu negócio. Vejamos: 

àAnjos: São investimentos em empresas no estágio inicial, com apenas uma ideia ou protótipo. Startups totalmente embrionárias. Nesse estágio o investimento normalmente vem através de investidores diretos e não necessariamente um fundo formalmente constituído. 

àSeed Capital: São fundos constituídos com o objetivo de estruturarem e fazerem as empresas crescerem, por isso chamados de capital semente. Nesses casos, as Startups já começaram a faturar e precisam crescer com o investimento recebido. 

àVenture Capital: São fundos com alvo em empresas já minimamente estruturadas, com estrutura administrativa e com um mínimo de governança corporativa. Essas empresas normalmente já faturam até U$ 100milhões por ano. O investimento visa prover uma aceleração no faturamento e na estrutura da empresa.  

àPrivate Equity: Neste estágio o fundo aporta recurso em empresa já totalmente estruturada e consolidada, porém buscando se preparar para abrir seu capital no mercado, serem fundidas ou mesmo adquiridas por outras grandes empresas. 

Portanto, seja qual for o estágio da sua empresa ela pode receber investimentos e para se preparar e acessar esses fundos a sua startup precisa de um plano de negócios demonstrando onde serão investidos os recursos recebidos, além de um pitch muito bem preparado e estruturado para convencer os investidores.  

Para maiores detalhes e mais informações, sugerimos que consulte o site da Associação Brasileira de Private Equity & Venture Capital (www.abvcap.com.br).

Por: Jacqueline Freitas

Tech Hub
O Manaus Tech Hub é um espaço que tem por objetivo promover o desenvolvimento e o crescimento de startups na Amazônia, com inovação aberta e oportunidades em novos projetos, conectando empresas do polo industrial, governo e empreendedores. Trata-se de uma iniciativa do Sidia Instituto de Ciência e Tecnologia para contribuir com o ecossistema de inovação aberta da região.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui