Modular a pessoa significa buscar efetivamente o seu sistema representacional dominante, a partir da maneira como busca suas lembranças e faz suas criações mentais, atentando para todas as suas reações. Faça perguntas com foco no canal de comunicação pretendido:

(Visual Recordado)

De que cor eram as flores do jardim?

Quantas janelas têm sua casa?

(Visual Construído)

Como você se vê com os cabelos pintados de azul?

Como ficaria sua mãe de barba?

(Auditivo Recordado)

Qual foi a primeira frase que você disse hoje?

Ouça em sua mente sua música favorita.

(Auditivo Construído)

Imagine o som de toque do seu celular transformando-se num berrante.

 Se pudesse falar com Deus, o que perguntaria a ele?

(Cinestésico)

 Imagine a sensação de um gostoso banho quente.

Como se sentiu logo que acordou pela manhã?

Atente:

Respiração alta – Visual

Respiração média – Auditivo

Respiração baixa  – cinestésico

Pele pálida – pensamento visual

Pele corada – Pensamento cinestésico.

Técnica de Apresentação individual

Para manter seu interlocutor atento, direcione o seu olhar, use uma caneta ou qualquer objeto para apontar para o laptop, papéis, seja lá o que for interessante para deter sua atenção. Depois deixe o objeto na altura dos olhos de ambos e faça sua explanação, mantendo a palma de sua mão à mostra. Em seguida, no exato momento em que fores expor a ponto chave aponte o objeto novamente para o local de origem. Você ficará surpreso ao constatar que seu interlocutor certamente o acompanhará com os olhos, com grande atenção.

Obs.: A mulher mantém mais o contato ocular quando fala, mas o desvia mais quando ouve.

O Poder das Pernas:

Pouca atenção se dá aos sinais emanados pelas pernas. Saiba que quanto mais distante for a parte do corpo do cérebro, menos consciência nós temos de nossos movimentos. As pernas revelam onde a pessoa está querendo ir. Cruzar as pernas em direção de alguém aponta nosso interesse. Atente para aonde apontam os pés, pois eles indicam pra aonde se quer ir e no que estamos interessados.

Ao sentar:

– Balançar os pés: fuga. Durante o ato da mentira, tende-se a aumentar o balançar dos pés.

– Pernas abertas, paralelas: dominância, abertura.

– Pernas cruzadas: insegurança, fechamento.

– Perna cruzada fazendo o 4, segurando-a com as mãos: travamento, teimosia, competição.

– Pernas cruzadas combinadas com os braços cruzados: rejeição, desinteresse emocional, desatenção. Para evitar essa posição, ofereça um café, chá ou água para o se interlocutor. Lembre-se que o corpo acompanha a mente, corpo aberto, mente aberta, corpo fechado, mente fechada.

Pé enroscado na perna: timidez, vergonha.

Tornozelos trançados: dúvida, medo, culpa.

Diante de posições negativas, faça perguntas positivas para indicar uma abertura da mente e, por vias de conseqüência, da posição. Importante ressaltar que os gestos jamais podem ser analisados de forma isolada. Para uma melhor percepção convém sejam avaliados os gestos precedentes, a fim de se auferir com precisão na leitura corporal.

Em pé:

Sempre se posicione num ângulo de 45 graus do seu interlocutor, isso lhe permite abertura, cooperação e flanco de observação.

pé à frente: direção aonde a mente quer ir, aponta o interesse.

pernas afastadas: dominação, imposição, confiança.

pernas cruzadas: atitude fechada, defensiva, dúvida, reticência.

posição de sentido: atitude neutra.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui