Criado há cerca de três semanas pelo Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino Privado do Estado do Amazonas (Sinepe-AM). O canal já realizou 132 atendimentos, sendo 30 somente nesta semana, e solucionou 96% dos casos recebidos.

Solicitações de descontos em mensalidades, dúvidas e informações sobre práticas pedagógicas estão entre os principais atendimentos realizados pela Ouvidoria da Educação Particular do Amazonas.
A presidente do sindicato, Elaine Saldanha, destaca que a Ouvidoria da Educação Particular se tornou um canal de concentração das ações de ensino do segmento, em meio à crise causada pelo Coronavírus, que atinge a todos indistintamente.

Ouvidoria da Educação Particular busca eficiência e rapidez

“Temos buscado atender trabalhar com eficiência e rapidez, pois é através desse canal de comunicação que podemos ajudar pais, alunos, além das instituições de ensino associadas e não associadas ao Sinepe-AM, quanto às legislações que regem o setor”, destaca.
Ela ainda reforça que, embora as aulas presenciais estejam suspensas, as escolas estão funcionando, com professores e demais funcionários trabalhando, oferecendo atividades pedagógicas on-line, conforme estabelece a legislação e mantendo todos os salários em dia.
“A relação família-escola é fundamental neste momento que estamos passando. Agora, mais de nunca, é necessário que pais, alunos, professores e comunidade estreitem seus laços e tornem a educação um processo coletivo. Todos saem ganhando”, aponta a presidente do Sinepe-AM.

Serviço

A Ouvidoria da Educação Particular do Amazonas funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, pelo WhatsApp (92) 98463-4660. O canal fica responsável por receber solicitações para encaminhá-las aos representantes financeiros e pedagógicos das instituições de ensino. Além disso, também acompanha as providências e soluções, dando o respectivo retorno aos interessados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui