InovAtiva Experience acontece de forma virtual este final de semana. Startup NEDU é uma das 160 selecionadas de todo Brasil.

NEDU é uma plataforma que visa melhorar resultados de aprendizagem — Foto: Reprodução

plataforma de educação NEDU, criada para ajudar pais e professores no acompanhamento individual de cada aluno, é uma das 160 startups selecionadas para o programa de aceleração InovAtiva. A plataforma, fundada por Erik Guimarães, é a única startup rondoniense ativa no processo.

O InovAtiva Brasil é um dos maiores programas de aceleração de startups da América Latina. Segundo a Associação Brasileira de Startup (Abstartups), entre as 13.156 cadastradas na base de dados nacional, apenas 29 foram desenvolvidas no estado de Rondônia.

NEDU foi desenvolvido através de algumas etapas de pré-seleção e mentorias que prepararam os participantes para uma apresentação aos investidores no dia 27 de julho. A intenção da plataforma é promover um ensino personalizado e o sucesso escolar.

“Tem sido demais ter a oportunidade de mostrar o que Rondônia tem em inovação. Além disso, ganhamos bastante visibilidade e conexão com instituições de peso pelo Brasil. Com certeza esses meses trouxeram muita maturidade, me ajudando a enxergar que temos condição de impactar o Brasil todo,” contou Erik.

O evento é realizado totalmente online e aberto ao público geral, com atividades que visam gerar oportunidades para as startups se conectarem com parceiros, mentores, investidores e grandes empresas.

Outro rondoniense que participa do evento, mas como palestrante, é Alexandre Mori. Neste domingo (26), ele apresenta dois painéis, um como moderador da Região Norte, abordando o estágio atual de cada ecossistema de inovação e as oportunidades e desafios de cada lugar.

E outro painel representando Rondônia, debatendo com os demais líderes nacionais sobre a diversidade e importância da conexão entre todos para construção de um cenário mais favorável para o país.

“Rondônia está amadurecendo passo a passo e formando ainda a primeira geração de startups daqui da região. Estamos ainda distantes de outros estados como São Paulo, Minas Gerais, Santa Catarina que possuem ecossistemas de inovação mais maduros e com startups em estágios mais avançados. Porém, estamos construindo justamente as bases e iniciando um movimento em prol da cultura do empreendedorismo e inovação”, explica Mori.

Em Porto Velho Mori é líder na comunidade Tambaqui Valley, uma moderadora para startups e pequenos negócios. Ela contribui tanto na transmissão de conhecimentos, quanto em conexões com empresas e investidores.

Aos novos empreendedores que queiram apresentar suas inovações para o mercado, as inscrições para o InovAtiva Brasil 2020.2 estão abertas até 3 de agosto.

“Para as startups existem uma série de benefícios, como participar de forma gratuita de toda capacitação e toda visibilidade nacional que se ganha. Fora o selo de startup acelerada pelo InovAtiva que acaba abrindo muitas portas, tanto para parcerias como para investidores”, informou Alexandre.

Fonte: G1 Rondônia

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui