Trabalhos desenvolvidos em escolas de Campo Bom e Veranópolis foram premiados nesta quinta-feira (14) nas categorias Escola Pública e Escola Privada. Veja a lista de todos os vencedores.

Os vencedores da 6ª edição do Prêmio RBS Educação foram conhecidos na noite desta quarta-feira (14), em uma cerimônia no Museu de Arte do Rio Grande do Sul, em Porto Alegre. Os prêmios, que reconhecem os destaques nas iniciativas para incentivar a leitura, foram para um projeto de escola privada em Veranópolis e para outro, da rede pública de Campo Bom.

Foram inscritos 355 trabalhos. As iniciativas foram avaliadas por um júri técnico e, depois, 20 finalistas participam da votação popular. Confira abaixo a lista de todos os vencedores.

Categoria Escola Privada

O vencedor foi o projeto “Bem-vindo ao mundo do Pequeno Príncipe”, da professora Maura Coradin Pandolfo, desenvolvido na AVAEC Unidades Educacionais, em Veranópolis. Por meio da leitura do livro clássico “O Pequeno Príncipe”, os alunos foram estimulados a compartilhar a leitura com as famílias, instigar o pensamento crítico, desenvolver a oralidade e realizar atividades interdisciplinares.

Categoria Escola Pública

Já nesta categoria ganhou o projeto “Fake News X True News: qual o seu lado na internet”. Criado pela professora Ana Aline Gomes Schmitt, é desenvolvido na Escola Municipal de Ensino Fundamental Presidente Vargas, em Campo Bom. Na atividade, os alunos analisaram as fake news encontradas na internet, na tentativa de identificar os temas recorrentes, as principais redes de compartilhamento desse tipo de conteúdo, além de criar estratégias para orientar a comunidade escolar a identificar notícias falsas.

Os melhores projetos apresentados irão compor cartilhas e manuais, para que as práticas de incentivo à leitura sejam implementadas em outras escolas.

Os projetos serão apresentados nesta quinta-feira (15), na Feira do Livro de Porto Alegre, durante o evento “TED – quem ensina a entender as palavras, ensina a entender o mundo”, a partir das 13h, no Auditório Barbosa Lessa, que fica no Centro Cultural Erico Verissimo.

O objetivo é valorizar o diálogo sobre as práticas de incentivo e mediação a leitura. Serão realizadas oficinas, com a mediação de jornalistas do grupo RBS, aula aberta e palestras com os finalistas do prêmio. São apenas 158 vagas, por isso é necessário se inscrever para participar.

Confira todos os vencedores

  • Categoria júri popular

Escolas privadas: Ana Cristina Mattes (4.693 votos), do Colégio Marista Pio XII (Novo Hamburgo) com o projeto “Literatura, novelas e tecnologia”.

Escolas Públicas: Belamar Anziliero (16.522 votos), do Colégio Estadual Liberato Salzado Vieira da Cunha (Liberato Salzado), com o projeto “Romeu e Julieta dos Pampas”.

  • Menção Honrosa

Meio ambiente: Fernanda Assis, da Escola de Educação Infantil São Judas Tadeu (Porto Alegre), com o projeto “Árvores da minha escola”.

Ciadania: Caroline Ferreira Soares, do Colégio Marista Pio XII (Novo Hamburgo), com o projeto “O museu na sala de aula”.

Gênero: Luiz Fernando Lamb Balon, da EMEF Martha Wartenberg (Novo Hamburgo), com o projeto “Lugar de mulher é…”

  • Escola Privada

1º lugar: Maura Coradin Pandolfo, da AVEC Unidades Educacionais (Veranópolis), com o projeto “Bem-vindo ao mundo do Pequeno Príncipe.”

2º lugar: Caroline Ferreira Soares, do Colégio Marista Pio XII (Novo Hamburgo), com o projeto “O museu na sala de aula”.

3º lugar: Fernanda Assis, da Escola de Educação Infantil São Judas Tadeu (Porto Alegre), com o projeto “Árvores da minha escola”.

  • Escolas Públicas

1º lugar: Ana Aline Gomes Schmitt, da EMEF Presidente Vargas (Campo Bom), com o projeto “Fake News x True News: Qual o seu lado na internet?”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui