Segundo pesquisa da KPMG, trabalhadores da área temem perder seus empregos para tecnologias emergentes

Foto: Shutterstock

O futuro do trabalho e a ascensão de tecnologias como inteligência artificial e machine learning prometem automatizar uma série de funções e nem mesmo os profissionais do setor de tecnologia estarão a salvo. E a preocupação entre eles é ascendente. Pesquisa KPMG, divulgada pelo Wall Street Journal, estima que 67% dos trabalhadores da área, nos Estados Unidos, temem perder seus empregos para tecnologias emergentes. Os funcionários de TI são os mais preocupados com esse cenário, em relação aos 44% dos trabalhadores de outros setores.

O levantamento foi realizado em abril e os resultados são baseados em uma pesquisa com 1.000 trabalhadores em período integral e meio período em diversos setores, incluindo 223 empregados no setor de tecnologia.

Além da automação, 70% dos trabalhadores do setor de tecnologia estão preocupados com a eliminação de seus empregos como resultado das consequências econômicas da crise, em comparação com 57% dos trabalhadores empregados por empresas de outros setores.

Na visão de Tim Zanni, Líder da Indústria de Tecnologia da KPMG, a latente preocupação dos profissionais de TI se dá porque os profissionais são aqueles que têm maior consciência do potencial das tecnologias. “Os trabalhadores da indústria de tecnologia estão mais próximos da tecnologia e, portanto, têm uma compreensão única, mais do que outras indústrias, da tecnologia e de suas capacidades”, disse.

Webcasts por:

Zanni disse ainda que os funcionários das empresas de tecnologia veem os recursos digitais emergentes nos estágios iniciais de desenvolvimento e têm maior probabilidade de pensar no impacto dessas ferramentas em seus empregos, segundo o WSJ.

A reportagem diz que as empresas de tecnologia dos EUA perderam um recorde de 112.000 empregos em abril, apagando os ganhos totais de empregos no ano passado, de acordo com uma análise dos dados do Departamento do Trabalho pelo grupo comercial de TI CompTIA.

Empregos na área de inteligência artificial, um elemento cada vez mais importante da automação, estão se mostrando mais resilientes, afirma a publicação. A IDC estima que os empregos em IA globalmente poderiam aumentar em até 16% este ano, atingindo mais de 950.000. Os ganhos estão sendo impulsionados pela forte demanda por recursos de IA, já que as empresas enfrentam as consequências da pandemia, diz a IDC.

Materiais para Download

O guia básico da Automação De Processos Analíticos

ALTERYX

Pesquisa Global de Identidade e Fraude 2020

SERASA EXPERIAN

Guia Microcity para Home Office

MICROCITY

O papel da nuvem na Transformação Digital do seu negócio

TIVIT

Isso representa que 40% das empresas em todo o mundo estão aumentando o uso da automação como resposta à pandemia, geralmente seguindo a liderança das empresas de tecnologia envolvidas no desenvolvimento desses recursos, diz o jornal.

Fonte: Computer World

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui