Último balanço aponta que mais de 1,9 mil profissionais da Educação já testaram positivo para Covid-19. Retorno de aulas do ensino fundamental foi adiado por necessidade de testagem, segundo governo.

Profissionais da educação do Amazonas realizam testagem em massa desde 18 de agosto. — Foto: Divulgação/Secom

Profissionais da educação do Amazonas realizam testagem em massa desde 18 de agosto. — Foto: Divulgação/Secom

A Secretaria de Estado de Educação e Desporto (Seduc-AM) e a Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) abriram agendamento para testagem de servidores do ensino fundamental, em Manaus. O governo têm testado os profissionais da Educação desde o dia 18 de agosto, após o retorno das aulas presenciais na rede estadual.

O último balanço, do dia 18 de agosto a 11 de setembro, aponta que mais de 1,9 mil profissionais da Educação já foram diagnosticados com a doença. O retorno das aulas presenciais do ensino fundamental, previsto para o dia 24 de agosto, foi adiado por conta da necessidade de testagem.

Desta vez voltada a servidores do ensino fundamental da capital, o agendamento é feito de maneira virtual, por meio do aplicativo SASI. A testagem acontecerá de segunda a sexta-feira (21 e 25), no Centro de Convenções (Sambódromo). Os servidores que já realizaram o teste não poderão fazê-lo novamente.

Para agendar o teste, basta baixar, gratuitamente, o app SASI, disponível nas lojas App Store e Google Play – respectivamente, para dispositivos móveis com sistema iOS e Android. Ao instalar a ferramenta, o profissional da Educação deverá criar o perfil com o código “IOV88” para manuseá-la. Caso o servidor já tenha o aplicativo instalado em seu smartphone, basta adicionar um novo perfil com o mesmo código.

O teste rápido para Covid-19 vem sendo realizado, desde o último mês, por meio de sistema drive-thru. Contudo, os servidores que não possuem carro também serão examinados. O resultado é divulgado no mesmo dia, por e-mail. Caso o teste dê positivo, o profissional é afastado imediatamente da escola, por 14 dias.

No dia do exame, o servidor deverá ter em mãos um documento oficial com foto e contracheque atualizado (dos últimos três meses). Não serão aceitas versões digitais dos documentos.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui