Criada pelo  Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino Privado do Estado (Sinepe-AM), em meio à pandemia da Covid-19, a Ouvidoria da Educação Particular tem funcionado como um canal gratuito de diálogo entre pais, alunos e representantes das instituições associadas e não associadas. A iniciativa nasceu há quase seis meses e já realizou cerca de 200 atendimentos. Negociação de mensalidades, orientações de práticas pedagógicas e de protocolos de segurança de prevenção do Coronavírus são as principais intermediações realizadas.

Segundo a presidente do Sinepe-AM, Elaine Saldanha, a Ouvidoria da Educação Particular tem sempre buscado atender com eficiência e rapidez os casos recebidos. Ela avalia que o serviço tem sido fundamental para fortalecer tanto a categoria quanto a confiança que as famílias depositam nas instituições onde seus filhos estudam.

“Estamos à disposição de todos, afinal, as instituições de ensino são a segunda casa de muitos alunos e profissionais e, é nesse momento difícil que todos nós estamos enfrentando, que o diálogo é tão necessário, para sairmos dessa fase mais fortalecidos”, destacou Elaine.

A Ouvidoria da Educação Particular do Amazonas recebe as solicitações e as encaminha aos representantes das instituições de ensino, acompanha as providências e soluções, dando o respectivo retorno aos interessados. O canal funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, pelo WhatsApp (92) 9 8463-4660.

Além do serviço, durante a pandemia o Sinepe-AM também criou um Comitê de Enfrentamento à Covid-19, traçou um plano estratégico, orientando sobre as providências a serem tomadas e os cuidados necessários para a reabertura dos serviços, após a flexibilização do isolamento social.

A entidade também deu suporte às instituições associadas na aquisição de serviços, produtos e Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), inclusive realizando compras coletivas que proporcionaram valores mais em conta para as escolas.

“O conjunto dessas medidas foi fundamental para que as instituições pudessem continuar funcionando e atendendo seus alunos durante o isolamento social e para que elas pudessem se preparar para um retorno às aulas com segurança”, comentou a vice-presidente do Sinepe-AM, Laura Vital.

O sindicato firmou uma parceria com a Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM). Desde agosto, o órgão recebe semanalmente, das escolas privadas, formulários informando ocorrências ou não de casos da Covid-19 entre seus alunos, colaboradores e familiares. A medida permite que o órgão passe a ter um controle dos casos, além de acompanhar a adoção dos protocolos e medidas de segurança.

Foto em Destaque: Pixabay


Olívia de Almeida
Jornalista DRT-AM 408
Cel.: (92) 98129-3944
oliviarca@gmail.com

Três Comunicação e Marketing
Tel.: (92) 3651-7126
Cel.: (92) 98127-0931
trescom.am@gmail.com
http://www.facebook.com/trescomunicacaomkt

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui