A empresa de gestão de recursos humanos Pontomais veio com uma novidade curiosa nestes tempos de (re)descoberta do home office: o ponto eletrônico por WhatsApp, como uma alternativa ao sistema padrão da startup para registrar a jornada de trabalho. A solução integra a plataforma da Pontomais ao mensageiro em um processo que dura menos de 30 segundos.

Segundo a empresa, o ponto por WhatsApp é uma facilidade para funcionários que têm problemas técnicos em seus celulares ao instalar a plataforma de RH da Pontomais. Como o “Zap” é um app mais universal e roda bem em qualquer aparelho, os funcionários têm mais familiaridade com ele.

O ponto por WhatsApp, diz a startup, está permitida pelas portarias 1510 e 373 do Ministério do Trabalho, que regulamentam o uso de plataformas digitais e alternativas sob certas condições. Uma delas é a obrigatoriedade de um acordo entre empregador e empregado para liberar essa modalidade de registro. Além disso, há outras coisas que a empresa deve seguir, como:

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!
  • Não deve admitir exigência de autorização para hora extra do colaborador;
  • Não pode fazer qualquer categoria de restrição à marcação de ponto do colaborador;
  • Não pode haver a marcação automática de ponto;
  • Não pode haver a alteração ou exclusão de marcação de ponto;
  • Precisa haver a extração eletrônica e impressa dos registros de ponto.
Imagem: Divulgação/Alfredo Rivera/Pixabay

A Pontomais tem 15 mil empresas clientes, e suas soluções que facilitam rotinas de RH como registro de horas, folha de pagamento e férias atingem 560 mil funcionários em todo o país.

Uma de suas novidades recentes é a iniciativa Universo do Tempo, um tipo de jogo para engajar as pessoas a registrarem seus horários e com isso ganharem pontos. A ideia é motivar a equipe a usarem mais a plataforma e cuidarem mais do ponto para obter premiações todo final de mês, como valores em dinheiro, vale-compras e folgas.

Como funciona para a empresa

A companhia que já for cliente da Pontomais precisa aderir primeiro à ferramenta de integração e só depois liberar essa funcionalidade para os funcionários. Os passos são:

  • Clique no botão de ativar o registro por WhatsApp no sistema da Pontomais pelo navegador web;
  • Ative a liberação no pop-up;
  • Aguarde recebimento do e-mail com a confirmação;
  • Após receber o e-mail com a liberação, vá até o sistema Pontomais e ative a extensão via marketplace;
  • Clique em Configurações > Colaboradores > Editar;
  • Confirme se o tipo de registro está configurado como Registro Simples;
  • Ative o registro via WhatsApp;
  • Adicione o número de celular atual de seu funcionário. Ele receberá uma mensagem SMS com o link para o WhatsApp da Pontomais. Ele deve mandar um “Olá” para esse número, enviar a mensagem “bater ponto” e pronto.

Como funciona para o funcionário

Como dito acima, o sistema enviará uma mensagem, e o funcionário responderá informando que quer bater o ponto. Ele receberá um link direcionando para o contato de WhatsApp da Pontomais assim que a empresa liberar o modelo de marcação de ponto via mensageiro.

A mensagem do funcionário precisa ser escrita de uma dessas formas:

  • Bater ponto
  • Registrar ponto
  • Ponto
  • Bater
  • Registrar
  • Quero registrar

Assim que a mensagem é enviada, a startup vai guardar a informação de um registro de ponto simples no horário e dia marcados.

Além de bater o ponto, no WhatsApp o funcionário pode consultar a sua jornada diária dos últimos três meses, além dos registros, totais do dia, horas normais, faltantes, extras e banco de horas (quando houver).

Via: ExamePontomais

Fonte: Canaltech

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui