Entre eles, o maior da história em termos nacionais: US$ 425 milhões na Loft, liderada pelo fundo norte-americano D1 Capital

Em apenas três meses de 2021, as startups brasileiras já receberam US$ 1,9 bilhão em aportes, número que representa 54% do total de 2020. Os dados são do Inside Venture Capital, relatório mensal realizado pelo Distrito Dataminer, braço de inteligência de mercado da plataforma de inovação aberta Distrito.

“A maturação do ecossistema, além de gerar um ambiente fértil para o surgimento de novos negócios, permite que mais startups cheguem em estágios mais avançados, necessitando de rodadas maiores. Este, sem dúvida, é um dos principais fatores deste volume expressivo”, diz Tiago Ávila, líder do Distrito Dataminer.

“Apenas quatro rodadas recebidas por unicórnios brasileiros concentraram cerca de US$ 1,2 bilhão, 62% do volume investido neste ano”, complementa, referindo-se aos aportes recebidos por Nubank, Loft, MadeiraMadeira e Loggi. Foram 155 aportes ao todo.

No período, o mês de março foi o mais movimentado, com US$ 962 milhões sendo distribuídos em 61 rodadas de investimentos. Entre elas, a maior da história em termos nacionais: US$ 425 milhões na Loft, liderada pelo fundo norte-americano D1 Capital.

Destaque também para o aporte de US$ 125 milhões na startup mineira Hotmart, que anunciou ter ultrapassado a avaliação de US$ 1 bilhão e se tornou o mais novo unicórnio brasileiro.

Fusões e aquisições

No ano, também já ocorreram 56 transações de fusões e aquisições realizadas no ecossistema de inovação brasileiro. O número é ligeiramente inferior ao total realizado em 2019, ano que reuniu 64 movimentações desta natureza.

A maior parte das transações se concentrou no setor de RetailTech, representando 16% do total. Em segundo e terceiro lugares ficaram FinTech, com 14% do total, e T.I., com 12%.

Somente em março, foram realizadas 30 fusões e aquisições. Entre os destaques, a compra da Resultados Digitais pela Totvs, que desembolsou cerca de US$ 320 milhões pela martech catarinense.

Foto: Annie Spratt/Unsplash

Fonte: CNN Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui