Quando se pensa em startup, quase sempre a gente lembra das empresas que desenvolvem aplicativos para solucionar os problemas dos clientes no dia a dia. Mas um empresário pernambucano pensou grande: desenvolveu uma startup para criar hardware – equipamentos que desenvolvem aplicativos.

Caio Viana, que é surfista nas horas vagas, montou uma startup que produz hardware para outras startups. “Tô surfando uma onda que tem muita gente de olho, porém pouca gente está fazendo. Desenvolver hardware é uma questão muito mais cara e mais complexa do que desenvolver software, por exemplo”, explica.

A equipe da startup que desenvolve hardware é enxuta. “A gente faz a curadoria com pessoas que estão no nosso banco de dados e, com isso, a gente consegue selecionar, de acordo com a especialidade, qual é a o produto que ele vai desenvolver”, conta Caio.

Esse sistema ajuda na redução do custo do projeto, um dos objetivos da empresa, já que a intenção é caber no bolso das startups e também reduzir o tempo de desenvolvimento.

“Teve um dos nossos clientes que a gente conseguiu reduzir 69% do tempo de desenvolvimento. Ele passou mais ou menos um ano tentando desenvolver uma parte do produto dele e contratou a gente. A gente conseguiu, em três meses, fazer com que ele já conseguisse os objetivos traçados”, afirma o empresário.

É o caso do projeto realizado para uma healthtech, startup de tecnologia voltada para a área da saúde, que desenvolve inteligência artificial para automatizar análises laboratoriais. Paulo Melo é um dos sócios da startup de saúde e diz que a ideia é que os exames se tornem mais baratos, mais acessíveis, e que a entrega dos resultados seja feita de uma forma mais rápida, dando acesso para a população.

Para completar a solução faltava um microscópio que mapeasse as lâminas com amostras. Paulo e o outro sócio da healthtech, André Caetano, quebraram a cabeça durante dois anos até encontrar quem desenvolvesse o equipamento, ou seja, a startup do Caio. “Sem uma parceria como essa a gente ainda estaria patinando lá atrás e ainda teria mais uns dois ou três anos de desenvolvimento ainda”, diz André.

A startup de Caio funciona há dois anos e atende empresas de Recife. Agora, a expectativa é escalar para outras regiões do Brasil

IDEA – PRODUCT DEVELOPMENT

Avenida Visconde de Jequitinhonha, 279 – Boa Viagem

Recife/PE – CEP: 51021-190

Telefone: (81) 99734-0158

E-mail: contato@ideapd.com.br

Fanpage: @idea.br (instagram) ; @ideaproductdevelopment (facebook) ; @ideapd (linkedin)

PICKCELLS

Rua do Apolo, 235 – Recife Antigo

Recife/PE – CEP: 50030-220

Telefone: (81) 997648605

Email: paulo.melo@pickcells.bio

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui