Entre as novidades está a solução inteligente de armazenamento de dados, desenvolvido para aumentar o desempenho do data center e requer baixo investimento de implementação

A Dell Technologies anuncia a atualização da linha de soluções para armazenamento de dados Dell EMC PowerStore. Os novos modelos trazem recursos que garantem desempenho superior e maior automação, simplificando a gestão do data center e a performance necessária para suportar novas cargas de trabalho.

Entre as novidades está o modelo Dell EMC PowerStore 500, uma solução inovadora de baixo investimento para implementação, entrega uma série de funcionalidades avançadas, atendendo assim a um número ainda maior de empresas e de necessidades de uso.

Ao combinar automação, tecnologias modernas e uma nova arquitetura de software, a linha Dell EMC PowerStore inaugurou uma nova categoria de soluções de storage no Brasil e no mundo, reforçando ainda mais a liderança da companhia no segmento. Desde seu lançamento global, em 2020, a companhia já entregou mais de 400 petabytes de armazenamento de dados por meio dos modelos do portfólio PowerStore.

Inovação de software

Entre as novidades da atualização da linha Dell EMC PowerStore estão aprimoramentos no software PowerStoreOS 2.0, disponíveis para todos os modelos (novos e versões anteriores). As funcionalidades incluem:

• Aumento de desempenho: o novo software garante até 25% de melhorias nas Operações de Entrada/Saída por Segundo, IOPS (Input/Output Operations Per Second).

• Modernização da infraestrutura: PowerStore estende as vantagens do NVMe em todo o data center, adicionando a opção de NVMe sobre Fibre Channel (NVMe-FC), que requer uma atualização de software simples e nenhum hardware adicional.

• Scale-out com AppsON: Com o AppsON, clientes tem a possibilidade de implementar aplicações diretamente de seu storage. Este recurso é ideal para cargas de trabalho que têm uso intenso de dados em locais centrais ou periféricos e aplicações de infraestrutura.

• Com as novas adições de scale-out e agrupamento de dispositivos ao AppsON, aumentam a potência de computação para aplicações com uso intensivo de armazenamento de dados na infraestrutura de borda, como nas áreas de saúde e indústria.

“Em sua transformação digital, empresas buscam desempenho e flexibilidade para ajudá-las a acomodar novas cargas de trabalho e, também, para consolidar melhor as cargas já existentes em seus ambientes”, diz Eric Burgener, vice-presidente de pesquisa do Sistemas de Infraestrutura, Plataformas e Tecnologias da IDC.

Fonte: Decision Report

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui